quinta-feira, 12 de abril de 2012

Teu silêncio sobre nós

Nesses momentos de pausas
entre as nossas falas
Só restou essa saudade
que instalou-se, incômoda no peito.
Recordo com uma certa nostalgia
as muitas lembranças de nossos momentos,
tão alegres, tão especiais e maravilhosos!
É nessas lembranças que encontro o alento
para essa dor que me consome aqui dentro...
Saber de ti, se estás bem...
Nada mais sei agora!
Imerso ainda nos teus conflitos internos,
Permanece o teu silêncio sobre nós.
Certas coisas não serão nunca esquecidas...
Sentimentos e emoções, foram vivenciados
e marcados nas fibras mais íntimas no coração,
nos arcabouços da memória emotiva
e eternizados na nossa alma!

Denise Flor©