quinta-feira, 12 de abril de 2012

Possuir-te

Deixa-me possuir-te,
Percorrer minhas mãos carentes
pelo teu corpo envolvente
Sentir fremir tuas entranhas
que às minhas caricias mais suplícas...
Ávida,  vou beijar teus lábios
que me ofereces pra saborear
apreciando todas delícias e malícias...
Te possuo com amor, com a paixão
que abrasa todo meu corpo
como uma fogueira que arde ao te tocar...
Permito que a lua e as estrelas,
nossas silenciosas amigas e companheiras
No céu se locomovam para ver nós dois
a nos amar e de prazer delirar...

Denise Flor©