segunda-feira, 9 de abril de 2012

Posseira

Hoje eu tive voce entre as minhas mãos
Tomei teu corpo como uma posseira
Assim, sem eira nem beira
Maculei teus pudores
Exorcizei teus temores
Senti vibrar até tuas entranhas...

Eu te provoco tanto!...
Usurpando teus sentidos
Te absorvendo em mim
nesse doce pecar santo
cheio de encanto e gemidos...

Hoje eu te quiz assim
Exagerado,rendido e consumido
Completamente atordoado
De prazer gozado embriagado
Dos pés a cabeça,
Oferecido todo pra mim!

Denise Flor©