quinta-feira, 5 de abril de 2012

Madrugada adentro
silêncio profundo
descansam cabeças pensantes
em seus travasseiros macios.
Sonhos, aspirações, esperanças,
No sono difuso povoam lembranças.
Dia amanhece, de tudo se esquece,
cumpre seu ritual, fazer tudo sempre igual
- acorda rotina!
Vá à luta e não desanima,
logo anoitece e tudo termina
pra acontecer lado de lá!
Denise Flor©