quinta-feira, 5 de abril de 2012

In perpetuum

Eu já sei o que acontece
quando me deixo levar pelo coração...

Começa aqui dentro um mexe mexe,
um rebuliço, um fogo, um feitiço
que não tem mais fim...

Eu me atiro de cabeça sem pensar
E é um ciúme só, um azedume
de dar dó...
Sofro por agir assim, me fustigo,
me abomino, morro um pouco todo dia
de ansiedade, de insegurança, de rebeldia
por não conseguir aquietar meus instintos...

Ai que sofrimento é esse?!...

O que eu quero é bem pouco...
Afinizar-me à esse amor louco!

Denise Flor©