quarta-feira, 4 de abril de 2012

Febre

Sou mel na sua boca
Febre de amor louca
Paixão expressa no corpo
Feito fogo a te queimar...

Sou eu quem te sacia
Que inchameia teus desejos
De prazeres mundanos,
Gostosos e insanos
Verbalizados em ardentes beijos
Melados, molhados,penetrantes...

Sou tua vontade que não cessa
A fúria de amor que te atravessa
Corpo, mente, coração e calma...
Reviro teu avesso, te amo e te enlouqueço
Grita meu nome, aperta minhas costas
Penetra minhas entranhas, rasga tua alma...

Essa sou eu, bela, fera, anjo do bem e animal,
Aquela de que tanto gostas!

Denise Flor©