sexta-feira, 6 de abril de 2012

Chamado

Vem,
chega-te a mim
traz-me tua ânsia,
tua fome,
tua sede de amar...
Vem,
chega-te a mim
como um lobo
a espreita de sua presa...
Vem,
traz contigo
o desejo ardente
de teus lábios quentes...
Vem,
chega-te,
me toma nos braços,
me tira do chão...
Vem,
que juntos
saciaremos nossa sede
nossa fome de amar...
...o amar sem medidas
o amar sem fronteiras
o amar que só nós
dois é que sabemos...
Vem,
chega-te a mim
que eu te enlaçarei
em meu peito...
o seu perfeito espaço!

Denise Flor ©